TIRE O ÍDOLO DO SEU QUINTAL

Tire o ídolo do seu quintal! Deus não divide a glória Dele com ninguém. Certa vez, o profeta Elias disse ao povo: “Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui-o, e se Baal, segui-o” (1Re 18.21). 



A mesma decisão Deus estava cobrando de Gideão. Ele tinha que provar a sua obediência para saber até onde ele era confiável, por isso ordenou que ele destruísse aquele poste-ídolo. Gideão obedeceu à instrução divina, destruiu o altar de Baal e usou a madeira do santuário para fazer um altar ao Deus vivo. Nele, Gideão consagrou um novilho em adoração ao Todo Poderoso.



Gideão sabia que os seus vizinhos eram apegados ao ídolo e que se revoltariam contra ele. Mas, mesmo correndo o risco de ser morto, ele obedeceu ao Senhor. Você também está disposto a obedecê-lo? Qual é o ídolo que precisa ser removido da sua vida? Um ídolo pode ser uma pessoa, bens, dinheiro, posições ou qualquer outra coisa que você precise, além de Deus, para ser feliz ou para se sentir seguro. A propósito, de onde vem a sua segurança? Há pessoas que se apoiam na segurança de seus bens e confiam apenas no dinheiro. Elas acreditam que somente ele será capaz de fazer delas pessoas felizes. 



Responda para você mesmo: De que ou de quem você depende para ser feliz? Se não é apenas de Deus, tire Baal do seu quintal! Deus não aceitará a fidelidade dividida. A história relata que Gideão tomou uma posição e os vizinhos quiseram linchá-lo (Jz 6.30). Contudo, seu pai o defendeu. Ele foi influenciado positivamente pela fé de seu filho e não permitiu que tocassem nele. Joás deu um novo nome para Gideão porque viu nele um novo homem, totalmente liberto da idolatria. O ciclo de maldição foi quebrado naquela vida e dentro daquele lar. 



Tome uma posição diante de Deus e Ele honrará a sua fé.


DEVOCIONAIS EM VÍDEOS