O SEGREDO DA HONRA

Aprenda com os erros. Sejam seus ou dos outros, os erros podem se tornar balizas de segurança apontando os limites onde a queda é certa. Elimeleque fugiu de Israel por causa da fome e morreu em Moabe porque não aceitou a disciplina de Deus (Rt 1). Da mesma forma, Abraão deixou a terra de Canaã e foi para o Egito por causa da fome, quando deveria ter confiado em Deus para o seu sustento. Mas a história de Isaque, seu filho, prova que os erros não precisam ser repetidos. Ele acreditou em Deus e lutou por suas promessas. Isaque foi tentado a desistir da mesma forma como o seu pai havia sido tentado, mas ele preferiu confiar em Deus e foi honrado com a bênção do Senhor. “Peregrina nesta terra, e serei contigo e te abençoarei; porque a ti, e aos que descenderem de ti, darei todas estas terras, e confirmarei o juramento que fiz a Abraão teu pai” (Gn 26.3). Nem mesmo a sequidão da terra foi capaz de deter a palavra viva que Jeová havia ordenado sobre ele. “Isaque semeou naquela terra, e no mesmo ano colheu o cêntuplo; e o Senhor o abençoou” (vs. 12-14). Embora não houvesse água, ele sabia que havia uma herança perdida naquela terra e decidiu resgatá-la. Assim como Deus restaurou a vida de Jó, Ele restituirá todos os recursos ou bênçãos que o inimigo tentou afastar de nós. Tome a decisão certa. Desentulhe o poço e libere o fluxo das águas vivas. “E Isaque tornou a cavar os poços que se haviam cavado nos dias de Abraão seu pai, pois os filisteus os haviam entulhado depois da morte de Abraão; e deu-lhes os nomes que seu pai lhes dera. Cavaram, pois, os servos de Isaque naquele vale, e acharam ali um poço de águas vivas” (vs. 18,19). A partir daí, houve uma seqüência de fatos que reafirmaram a humildade de Isaque e a perseverança com que ele lutou pela fonte de Deus. Este é o segredo da honra: “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte” (1Pe 5.6).


Ministérios


Notícias


DEVOCIONAIS EM VÍDEOS